Poemas Apresentados ao III Prémio de Poesia em Rede - Publicação Provisória
14.2.09

O Mundo pelos olhos de uma criança



Sou aquele pequeno anjinho,

Que procura gozo entre brincadeiras e risadas,

Sejam elas impróprias, inocentes ou ousadas,

Esperando em cada gesto, carinho.

 

De olhar terno, meigo e penetrante,

Timidamente sorrindo, sorrindo, vivo no Mundo que é só meu,

Aquele onde todos os meninos têm pai e mãe, tal como eu,

E onde a fome e guerra não são inquietantes.

 

Traz um amigo e vem brincar ao faz de conta,

Faz de conta que subsiste paz no Mundo,

Que a pistola se calou num sono profundo,

E que o Mundo não é liderado por gente tonta!

 


PS: Stormwind  / Eduardo Silva

 

 

 

 

link do postPor poesiaemrede, às 13:04  comentar

Poesia em Rede
 
Poesia em Rede
Fevereiro 2009
D
S
T
Q
Q
S
S

1
2
3
4
5
6
7

8
9
13

15
16
18
19

22
24
26


Leituras
blogs SAPO
Contador de visitas