Poemas Apresentados ao III Prémio de Poesia em Rede - Publicação Provisória
23.2.09

 

DORME, MENINO TRISTE

 

Sozinho junto à praia,

um menino descalço brinca.

Tão sozinho, sobre a  areia...

Expressão triste, olhos molhados.

Inquieto, liberta a fúria que traz na alma, correndo

como quem busca e não alcança.

Escuta o vento sibilar,

observa perplexo o encanto do mar,

e, soluça com grande pesar,

de voz rouca e mansa.

- Onde vais  tu menino triste?

- Que procuras que não encontras?

Mas o menino não responde,

apenas chora e corre...

Mais tarde já cansado,

seu corpo mole cai sobre a areia,

fecha os olhos e dorme.

Sozinho junto à praia,

um menino descalço e triste,

já não brinca, já não corre, já não chora, dorme...

 

 

Andreia Lourenço

 

link do postPor poesiaemrede, às 23:01  comentar

Poesia em Rede
 
Poesia em Rede
Fevereiro 2009
D
S
T
Q
Q
S
S

1
2
3
4
5
6
7

8
9
13

15
16
18
19

22
24
26


Leituras
blogs SAPO
Contador de visitas