Poemas Apresentados ao III Prémio de Poesia em Rede - Publicação Provisória
11.2.09

 

Corpo de leite

 

Brinca naquele corpo de leite

Que pula calçada fora

De sorriso enérgico e rasgado

Enquanto desenha os sonhos

Com coloridos lápis de cera

 

Corre gingando pelo saber

Alegre e de mochila às costas

Baloiçando entre verbos e matemáticas

Exercitando o crescer

Ao som do chocalho dos berlindes

 

Pinta as roupas rotas nos joelhos

De tons relvados e lamacentos

Espelhando tropelias e diabruras

Rejuvenescendo os rostos dos avós

 

Naquele corpo de leite…Ele é feliz.

 

João Manso

 

link do postPor poesiaemrede, às 00:24 

De tagus34 a 6 de Março de 2009 às 22:59
Gosto do "Exercitando o crescer ao som do chocalho dos berlindes". Lol. Boa sorte!

De
  (moderado)
Nome

Url

Email

Guardar Dados?

Este Blog tem comentários moderados

(moderado)
Ainda não tem um Blog no SAPO? Crie já um. É grátis.

Comentário

Máximo de 4300 caracteres



Copiar caracteres

 



O dono deste Blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.

Poesia em Rede
 
Poesia em Rede
Fevereiro 2009
D
S
T
Q
Q
S
S

1
2
3
4
5
6
7

8
9
13

15
16
18
19

22
24
26


Leituras
subscrever feeds
blogs SAPO
Contador de visitas