Poemas Apresentados ao III Prémio de Poesia em Rede - Publicação Provisória
28.2.09

CINCO ANOS

 
Vai, conquista a tua ilha de invenções
que fica em qualquer sítio e não tem fim,
herói, enfrenta tigres e leões,
piratas escondidos no jardim.

arrasta o tempo na sua quadratura,
da idade de tudo descobrir,
arma-te cavaleiro ou criatura
que do futuro, um dia, há-de sair.

grita em cima da mesa da cozinha
ao dinossauro que há para colorir,
com a espada que trazes na bainha

descosida das calças, esgrimir,
prende as forças do rei ou da rainha,
mas deixa-os livres, antes de ir dormir.

 
                                        Peter

 

 

link do postPor poesiaemrede, às 23:55 

De miguel de miguel a 5 de Abril de 2009 às 23:07
todos nós fomos heróis, quando cranças :)

todos nós fomos os donos do mundo, o centro das atenções, todos tivemos razão, todos fomos os mais fortes, mais rápidos, tudo porque nenhum de nos distinguia os sonhos da realidade. porque não continuar?

bonito poema, gostei bastante

um abraço,
miguel de miguel

De
  (moderado)
Nome

Url

Email

Guardar Dados?

Este Blog tem comentários moderados

(moderado)
Ainda não tem um Blog no SAPO? Crie já um. É grátis.

Comentário

Máximo de 4300 caracteres



Copiar caracteres

 



O dono deste Blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.

Poesia em Rede
 
Poesia em Rede
Fevereiro 2009
D
S
T
Q
Q
S
S

1
2
3
4
5
6
7

8
9
13

15
16
18
19

22
24
26


subscrever feeds
blogs SAPO