Poemas Apresentados ao III Prémio de Poesia em Rede - Publicação Provisória
21.2.09

Íris de arco-íris

 

 

 

Sublimação...

 

Alvo o teu rosto

 

Íris de arco-íris

 

Cor negra do estrelecer

 

Branca de flor de sal

 

Indígena

 

Olhar de amêndoa pequenina

 

Tens a raça do que eu sou

 

Num corpo de esperança

 

Que o mundo fingiu querer

 

Olhos de nascer

 

Criança…

 

Mas tão pouco...!

 

 

 

Ausenda Hilário

 

link do postPor poesiaemrede, às 03:45  ver comentários (1) comentar

 

Olá Miguel.

 

Era uma vez...Um mar. Sabes do mar?

Então... eu vou-te contar.

 

Um dia, daqueles em que o sol parece beijar o céu,

Cansado, estendi-me num sonho, e olhei nos teus olhos.

Brilhavam. Soltavam ondas de luz que rolavam em caricias.

 

E, do fundo da beleza do teu olhar de menino, saíam brisas

Que juntava, uma a uma, até fazer um vento que afagasse o teu cabelo.

 

Do azul dos teus olhos, colori as lágrimas que deixo correr

Da emoção de te ter, da paixão de te ter ao colo,

Do teu cheiro a vida nova misturada neste amor antigo.

 

E assim fiz um mar, e dei-lhe um nome e um lugar;

Miguel, numa praia imensa do tamanho do meu amor.

 

 

Autor: Ricardo Silva Reis

 

link do postPor poesiaemrede, às 03:41  ver comentários (9) comentar

Poesia em Rede
 
Poesia em Rede
Fevereiro 2009
D
S
T
Q
Q
S
S

1
2
3
4
5
6
7

8
9
13

15
16
18
19

22
24
26


Leituras
subscrever feeds
blogs SAPO
Contador de visitas